26.8.07

Blogcamp encerra hoje

Como ter uma comunidade que seja tão eficiente como o velho Orkut? Por que alguns ícones conseguem transformar a Web em empresário, gravadora e divulgação como no caso do snap music Yung Joc Coffe Shop, de Atlanta, que nasceu no You Tube, usa o myspace como gravadora e ficou na lista dos 10 vídeos mais vistos do You Tube recentemente? Yung Joc. Perguntas como essas embalaram as discussões do segundo dia do blogcamp. Será a interface determinante para que uma comunidade cresça e caminhe por si só? No caso do Chá de hortelã de Liliana, de São Francisco Xavier, cidade de 4 mil habitantes, próxima a Campos de Jordão, a comunidade estava pronta. Até o ano 2000 não tinha jornal e Liliana e seu marido criaram o primeiro jornal impresso, o Sítio Paineira Velha, hoje transformado em blog. Para o casal de São Francisco Xavier a web trouxe amigos e aprendizado. "São 7 anos batalhando pela ecologia, pela nossa cidade e história", diz Liliana. A jornalista Cintia Costa, do textos da cintia acaba de se render aos anúncios do UOL, mas ainda acredita no "post moleque", ou seja, o blog sem capitalização excessiva e bem autoral. Com a mesma filosofia, André marmota também acredita no "post moleque", sem grande pretensões.
E no meio de discussões sobre capitalização de blogs, relacionamento com a comunidade, também discutimos ou preferimos não discutir o caso Estadão. A conclusão foi que a campanha [de mau gosto] desrespeitou mais os leitores do jornal do que os blogueiros reunidos no blogcamp. Para encerrar o domingo, vale assistir ao vídeo de Rodrigo Lara Mesquita, bisneto de Julio Mesquita, no Youtube. "Se meu bisavô estivesse vivo, com certeza seria mais um dos entusiastas sobre as possibilidades que se abrem em função da evolução da Rede e suas tecnologias, que trazem a perspectiva de uma participação direta do público no processo - a nova ferramenta de articulação de uma sociedade em constante processo de fragmentação e disrupção". Link no GJOL.

2 comentários:

Liliana disse...

Olá Pollyana,
Muito obrigada por contar nossa historinha aqui.
Tudo de bom,
Liliana

Gilberto Balbela Consoni disse...

Legal teres alertado para o desrespeito do Estadão, também, aos seus próprios leitores. Pois, essa campanha só não atinge os blogueiros como subestima a xapacdade de discernimento dos leitores que buscam informações nos blogs.