10.9.06

Um pouco de Itália neste país de Lula, Alckmin e HH


Não sei vocês, mas eu estou cada dia mais cheia desta eleição. Não tem proposta de governo no horário político, não tem discurso, não tem mais partido -- o PT sumiu da campanha do presidente Lula à releição. O Alckmin não anima nem os vizinhos de Pinda, sua cidade natal. Ou seja, estamos com "Amnésia eleitoral", como nos diz Mino Carta, na reportagem de capa da revista Carta Capital www.cartacapital.com.br desta semana. Ele reafirma bravamente seu apoio a Lula, como fez em 2002. Eu já não sei o que pensar.

Ainda sobre o filme que citei hoje (Manual do Amor), não posso deixar de comentar sobre o ator italiano Silvio Muccino www.silviomuccino.tk, que faz o protagonista do primeiro episódio (Apaixonar-se) e está perfeito no papel de Tommaso, que fica perdidamente apaixonado por Giulia -- le fasi dell'Innamoramento: il primo appuntamento, il primo bacio, il sesso sfrenato, la convivenza....
A paixão pela Itália, as cenas cotidianas e o humor ácido do diretor me fizeram viajar e esquecer o Brasil retratado no horário político. Precisamos de beleza para aguentar esta Eleição sem qualquer propósito.

Um comentário:

Lobo disse...

O espasmo eleitoral, se é que podemos chamar assim, está irritante. As eleições não são um poço de criatividade e nem propostas interessantes, mas este ano o quadro piorou muito. O Brasil vai pouco a pouco esquecendo o que é um partido, o que é ser candidato e estamos cada vez mais perto do Guy Debor: a sociedade do espetáculo - de mal gosto, diga-se de passagem.